Pages

quinta-feira, 26 de março de 2009

Tirando Visto Americano....




Oi pessoal! Tudo bem?

Hoje o post vai servir para quebrar um tabu que aterroriza a mente da galera: tirar visto americano = dor de cabeça, falta de educação por parte do pessoal do consulado, desrespeito, ser tratado como cachorro, etc etc etc...

Passei pela experiência de tirar uma visto americano nesses tempos de terrorismo e crise, e posso dizer que tudo o que disseram a respeito dos funcionários do consulado é mito. Pelo menos na minha experiência, mas tenho a impressão de que eles tratavam todas as pessoas da mesma forma que nos trataram. Aqui vai a história:

Eu e o namoradón decidimos tirar o visto para uma possível viagem esse ano, ou no ano que vem. Entramos no site do Consulado Americano (clique aqui) e nos informamos em relação aos documentos e agendamentos da entrevista. Ficamos meio com medo, pois há poucos meses atrás, a espera para agendar uma entrevista era algo em torno de 3, 4 ou até 5 meses.

Pagamos a taxa de R$ 38,00 que serve para você ter acesso ao preenchimento do formulário DS-156 (que é online, e depois você tem que imprimir e levá-lo no dia da sua entrevista). O Lu pagou por cartão de crédito, e nem precisou esperar confirmação do pagamento. Pagou e a tela já iniciou. Eu paguei por débito em conta (Banco Real, mas também pode pagar pelo net banking do Bradesco, Itaú, Banco do Brasil ou Unibanco), e no meu caso, o mesmo ocorreu.

Preenchemos o formulário e no final apareceu para agendarmos a entrevista. Aí que foi o espanto! Tinha para semana seguinte já! E ainda, podia ser que você entrasse numa segunda, e já conseguia a entrevista para a sexta da mesma semana! Hiper rápido. Agendamos para a semana seguinte.

Imprimimos o formulário preenchido online DS-156, o DS-157 (que é preenchido à mão, com letra de forma ou datilografado) - ambos formulários são obrigatórios, tiramos a foto 5X5 (horror!) e juntamos os documentos que comprovam que temos renda o suficiente para pagar a viagem, e que temos vínculo com o Brasil, e não pretendemos ficar ilegalmente lá. Nesta parte cabe muita atenção.

No nosso caso, nós não tínhamos nenhuma viagem marcada, apenas uma data de possível viagem, que era o mês de nossas férias do trabalho. Nós não compramos passagem nenhuma, nem reservamos hotel nenhum. E mesmo assim fomos tirar o visto, e nada disso foi impecilho. Os documentos que eu levei para comprovar meu vínculo com o país foram: carteira de trabalho, hollerittes (inclusive o de férias do ano passado, comprovando a minha intenção de viagem nessa data), meu Imposto de Renda 2009 (para comprovar meus rendimentos e que estou em dia com a receita federal do meu país) e meu diploma, já que eu não tinha certificado de conclusão de curso. O Lu levou todos esse documentos e mais o documento do carro e da moto dele (ou seja, ele possui bens no Brasil, e não vai deixar tudo para trás e tentar a vida nos States...). Enfim, deu para vocês entenderem mais ou menos o que eles não querem pensar de quem está tentando entrar no país deles? Se você tiver outra coisa que comprove vínculo, como filhos, por ex, leve a certidão deles, etc...

Bom, vamos ao que todos tem curiosidade: como é o consulado? O horário agendado da entrevista do Lu era 8:30hs e o meu 9:00hs no Consulado de São Paulo (endereço AQUI). Você chega na rua, e já começam a pular tiozinhos na frente do carro para você parar no estacionamento deles. Pela quantidade de "tios" você começa a calcular a quantidade de gente que circula por ali todos os dias. Quando chegamos, tivemos nosso agendamento e passaporte conferidos e fomos revistados (apenas tive que abrir minha bolsa e só). Aí percorremos uma fila (lá tudo é organizado) pelo lado de fora, onde tinham atendentes conferindo os formulários, grampeando as fotos nos lugares certos. Quando entramos no consulado, tivemos que deixar os celulares e também qualquer outro aparelho eletrônico. Passamos pelo detector de metais e passamos para a próxima porta da sala. A porta dá para o lado de fora do consulado, onde tem banheiros e lanchonete à disposição, além de um caixa rápido do Citibank. Seguimos na área aberta até chegar ao local da entrevista.

O local é um "galpão" com uns 40 guichês com atendentes. Neste galpão, tinha em torno de uns 30 a 40 bancos que cabem mais ou menos 6 pessoas. Chegamos, e o detalhe é que todos os bancos já estava ocupados e ainda havia gente em pé! Ou seja, pelo menos umas 200 pessoas estava ali naquele momento. Seguimos na fila e tivemos nossos documentos conferidos novamente por dois atendentes e colocados em sequência correta. Como eu e o Lu estávamos juntos, recebemos uma senha só. Isso significava que percorreríamos todas as etapas juntos, inclusive a entrevista.

A senha entregue é completamente aleatória. Não segue uma sequência, assim como os chamados de senhas também são aleatórios, portanto, é pura sorte ir rápido ou não. Com essa senha, não demorou 5 minutos e já fomos chamados para a pré-entrevista. Neste caso, são 3 guichês que funcionam. A atendente foi hiper educada, e solicitou nossos documentos. Perguntou qual era o motivo da viagem e se já éramos casados ou não. Em seguida, nos pediu para aguardar sermor chamados nos guichês ao lado. E foi aí que esperamos 1:40 hs para sermos chamados para a segunda etapa do processo: as impressões digitais. Nesta etapa, também só existem 3 guichês disponíveis. Quando finalmente fomos chamados (após até de termos feito um lanchinho..), funcionou assim: primeiro você coloca os 4 dedos da mão esquerda em um vidro e depois a mão direita. Em seguida são os dois polegares juntos. A atendente, outra mulher muito educada não era brasileira. Tinha um sotaque bem forte quando falava português, mas foi de uma educação inestimável. Tivemos nossos documentos devolvidos (inclusive passaportes) e que eu pude notar de diferença era que já haviam 2 vistos nos formulários, e o meu passaporte antigo estava aberto na página do meu visto americano vencido, e estava grudado por um elástico na primeira folha do meu passaporte (onde tem a foto...).

Em seguida fomos sentar nos bancos ao lado do que estávamos para aguardar a entrevista (tudo nesse galpão aberto, entendem?) Aí seguia a parte mais temida né? Estávamos lá, os dois impecáveis, vestidos sociais, achando que iríamos entrar em uma salinha onde um americano infeliz por não estar morando no seu país iria nos fazer perguntas cabeludas, e querer conferir todos nossos documentos que levamos para comprovar nossa renda, etc. A verdade é que não existe nada disso. Em questão de 20 minutos fomos chamados (pela senha que vai aparecendo na tv e indica qual guichê você deve seguir) e mais uma vez, uma atendente hiper educada e muito simpática nos atendeu. Perguntou ao Lu há quanto tempo trabalhava na empresa e em seguida a mesma coisa a mim. Depois perguntou se a última vez que eu havia estado nos EUA era em 1995 e eu respondi que não, e disse a data correta. Ela nos perguntou se já havíamos viajado para fora do país juntos, se sim, para onde e em qual data. Respondemos as perguntas e ela confirmou se estávamos tirando o visto para turismo (B2) somente, e ofereceu que se quiséssemos poderíamos já tirar o B1 também para negócios. Era só pagar a taxa extra no guichê de caixa que existia ao final dos guichês de entrevistas. E no final nos pediu para ir ao sedex (pois você recebe um envelope com AR para preencher seus dados e receber pelo correio em casa seu passaporte, independente de ter conseguido o visto ou não) e aguardar o passaporte com o visto em casa. De última hora o Lu decidiu tirar o B1 também. Ela deu um papelzinho e fomos pagar a taxa no caixa (que aceita dólares, reais e cartão de crédito). Voltamos no guichê, onde a atendente ainda estava nos esperando e entregamos o comprovante do pagamento. E SÓ! :) E eu ainda perguntei quanto tempo demorava para chegar em casa o passaporte e ela me perguntou de onde éramos e em seguida nos deu a resposta.

Ou seja, neste momento, o fiscal do consulado não é obrigado a nos dizer de imediato se tivemos o visto aprovado ou não. No nosso caso, ela nos informou sem nem perguntarmos. Por final, todo o conceito que tínhamos de que iríamos ser mal tratados evaporou. E o que restou foi a cordialidade, educação e simpatia por parte de todos 4 atendentes (o para pegar a senha, a da pré-entrevista, a da impressão digital e por fim a da entrevista). Por isso galera, fiquem super tranquilos. Não posso dizer que todos terão a mesma sorte que nós tivemos, mas não acredito que existam esses cruéis atendentes, pois meio que olhando de "esgueio" os outros guichês, todos estavam sendo bem tratados também.

Por fim, quem acabou nos tratando mal foi um cara que não tem poder nenhum! Um guardinha (quem nem é Polícia Militar, Civil e nem sequer guarda municipal, mas sim, um funcionário que é contratado por uma empresa terceirizada de vigilância - que é o caso do consulado). Pedimos uma informação que estava "mal dada" no papel colado no balcão onde ele estava ("É aqui que é o Sedex?"), e ele respondeu apontando para o papel: "o que está escrito aí?". E no papel estava escrito: SEDEX e uma seta que fazia uma curva e levava na direção de onde ele estava. Mas nada disso nos incomodou, pois estávamos muito na boa por todo o processo ter sido bastante tranquilo.

Na saída, pagamos R$ 20,50 cada um para o envio do passaporte em casa.E hoje - 31/03/2009 recebemos o passaporte em casa com o visto americano válido por 5 anos (Yeah!). A entrevista foi na quinta, e na terça seguinte já chegou em casa. Por isso, presumo que quem faz a entrevista numa segunda, tem seu passaporte em casa na sexta! Híper rápido néam???

Agora já estou pronta para dar a louca e viajar para os EUA e comprar muuuuuuita maquiagem! Quem sabe num futuro muito próximo, certo?!


Beijos !!!




*** Atualização em 08/08/2010 ***

Semana passada minha mãe (aposentada) e minha irmã (que trabalha com carteira assinada) foram renovar o visto americano delas. Passaram pelos mesmos processos que eu, e assim como aconteceu comigo foi tudo muito tranquilo. As duas conseguiram renovar os vistos (o próprio consul disse que os vistos estavam aprovados!). Ou seja, tudo continua na mesma maré de sorte e tranquilidade desde a minha passagem por lá!


*** Atualização em 28/10/2011 ****

Neste mês minha irmã mais velha (com o marido, sogro e sogra) e por coincidência meu cunhadinho foram tirar os vistos americanos. Com exceção de minha irmã, nenhum deles tinha visto americano anteriormente.

O que mudou (fora a parte burocrática, que como não precisei ainda renovar o visto, não me interei do assunto.... ainda!):

Agora, para a etapa da entrevista a espera é diferente. Quando fui, era por senha, podíamos ficar confortavelmente sentados lendo alguma coisa, dar um pulinho no banheiro ou até comer alguma coisinha numa "cantina" que tem lá. Agora não mais! Como se não bastasse a fila de espera ser de 1, às vezes 2 horas, é fila de Hopi Hari! Rsrsrsrs. Tem que ficar em pé, e ir seguindo a fila, que anda em volta do galpão de entrevistas em zigue e zague. Bem montanha russa mesmo! Hehehehe. Isso significa que é um bom tempo em pé, em local não coberto (se estiver chovendo? azar! ninguém arreda o pé da fila!), esperando chegar sua vez. Bom, do resto tudo continua igual.

Quer uma dica? Leva o vovô para tirar passaporte também! Eles têm preferência (fila de idoso)! Foi o caso de minha irmã, que em menos de uma hora e meia já estava fora do consulado! Não foi o caso do meu cunhadinho, que ficou umas boas quase 3 horas por lá. Ah, e ele tem 15 anos e o pai e a mãe foram juntos. Mas só UM responsável legal pode entrar. A mãe não entrou, teve que ficar esperando do lado de fora....

Passaram tranquilos pelas perguntas, meio de praxe: onde você trabalha? onde você estuda? é escola particular ou pública? com quem você vai viajar? já viajou junto deste fulano alguma vez? E no final: "Ok, obrigado. Seu visto foi aprovado!"

Po fim,  visto americano pra todo mundo! E por 10 anossss !!!! Belezinha né?

Beijos!!!

93 comentários:

Cris Pironi disse...

Menina, obrigada por essas dicas! Acabei o mestrado, estou querendo ir passear nos eua, mas tneho receio, pq não tneho vínculo empregatício, dou consultoria, e lá ficarei na casa de um amigo brasileiro. Receio de não darem!
bjão!

Cris Pironi disse...

Outra coisa: não viram os hollerittes e comprovantes de IR?

Carine Scaramuzza disse...

Oi Cris

Pois é querida, não pediram nenhum comprovante de nada! Mas mesmo assim eu levei TUDO....
Seu amigo brasileiro está lá legalmente? Porque se ele não estiver, não aconselho você a dar o endereço dele não (porque no formulário, se você já sabe onde vai ficar e tem o que comprove isso, você escreve lá o endereço, se é casa, hotel, etc...).

Mas leva comprovante de tudo o que você tiver. Nem na consultoria você não tem holleritte? E declaração de IR? Você não tem carro ou casa no seu nome? Porque pelo que eu senti de lá, você é analisado por comportamento e vínculo com o BR. De comportamento, é o seu passado, se é formada em universidade (para medir o nível de cultura), se você já viajou para outro país, e com certeza, o que na minha opinião é super preconceituoso é o seu nível social, mas enfim... E de vínculo, é emprego, bens, ou qualquer coisa que você julgue importante. Leva TUDO o que você tiver...

Não fica com receio. Vai tranquila e confiante. E não minta. Não precisa disso. Pensa que você é honesta e não vai fazer besteira nos EUA, então não tem porque eles negarem seu visto! Vai lá e depois você me conta! Quero saber o resultado!

Qualquer coisa, me manda um email, ou me escreve por aqui mesmo! O que eu quero é ajudar todo mundo! Por isso o post...

Beijos!!!

Cris Pironi disse...

Carol, linda, vou te mandar um e-mail!

Mega linkada!!!!

Obrigada pela generosidade e simpatia!!! :o)

Bjão!

Carlos disse...

Em qual consulado você foi? Você sabe dizer se todos os visto, quando aceitos, demoram menos que 15 dias pra chegar na casa da pessoa?
abcs.

Carine Scaramuzza disse...

Oi Carlos

Eu fui no Consulado de SP (Rua Henri Dunant, 500).

Não tenho certeza da minha resposta, mas acredito que todos os passaportes estão chegando rapidinho em casa, independente do tipo de visto. A "imagem" do visto, ou seja, um adesivo que é colado em uma das págs do passaporte é o mesmo para todos. O que muda é um lugarzinho que está escrito qual a categoria do seu visto (B1, B2, etc...).

Na verdade acho que esse é o prazo normal de envio. Antes estava demorando mais por causa do boom para ir aos EUA!

Até + !!

Anônimo disse...

ola ,

legal sua contribuicao.

somente pra desencargo de consciencia, eh frio lah dentro? vou levar um casaco pois algumas horas no freezer nao eh brincadeira. Apesar de eu ser do rj , acredito que o padrao deva ser o mesmo.

ainda vou pedir o meu e pelo que estou entendendo entao 38 reais para entrevista e ter acesso ao formulario. Entao o US$ 131 somente se mostra no dia da entrevista?

se for assim eu jah posso ir entao fazendo o pagamento pela internet do 38 e ir preenchendo o formulario pra ganhar tempo?

pelo que vi a foto nao deve ser colada por nos e sim grampeadas por eles?


se puder mandar por meu e-mail as respostas agradeco, pois acesso pouco blogs

valeu,
joao
joaorodrigo2009@gmail.com

Carine Scaramuzza disse...

Oi João

Não é frio pois o "galpão" só possui teto, sendo inteiro aberto. Se tiver frio, é pelo clima mesmo, pois lá não tem ar condicionado.

Você pode sim pagar os R$38,00 e já ir preenchendo os formulários. E pode pagar os US$ 131,00 no dia que quiser, antes de sua entrevista. Neste dia você tem que ter em mãos o comprovante de pagamento dessa taxa.

A foto, pelo que vi, tanto faz colada como grampeada na hora. A minha eu não colei por medo de colar errado, mas se quiser leve sem colar e grampeie lá mesmo!

Até + !!

Karen disse...

OLá!

Estou hiper anciosa lendo um monte de blogs sobre o visto pois vou tirar o meu daqui 15 dias!!! Mas eu tenho muitas coisas que comprovem meu vinculo no Brasil, mas mesmo assim dá um friozinho na barriga, ainda mais que a viagem já está comprada e meu noivo já tem o visto!!!

Seu post foi muito útil!!!

E vcs pretendem ir esseano?

Bjs

Anônimo disse...

Oi eu fui no consulado no dia 18 fui super bem tratada ,,, levei tds os documentos nao me pediram nada apenas quando eu iria viajar quem estava pagando minha viagem quanto tempo eu iria ficar qual a cidade q o meu salario e com quem meu morava aqui ,,, uma moça sorridente com forte sotaque e sorrindo me disse visto aprovado BOA VIAGEM !!!!

um conselho nao minta nao fraça cara que msore que esta insegura tds que estavam la eu vi saindo feliz a fila do sedex estava enormeeeee

beijos bye bye

maria Carolina

Gisele disse...

Olá Carine, muito legal o post. Estou planejando uma viagem para o ano que vem, já há alguns anos tenho vontade de ir para os EUA mas sempre tinha esse famoso medo de ter o visto negado, dessa vez vou com tentar e com tantos depoimentos positivos fiquei até mais esperançosa. Minha dúvida é que além da semana que pretendo passar nos EUA, gostaria de passar mais uma na casa de uma tia que mora no Caribe, ela tem cidadania americana e morou lá por mais de 20 anos, estando há uns 3 no Caribe, vc acha que devo mencionar que ficarei na casa dela?
Bjos e obrigada
Gisele

Anônimo disse...

Oi linda,
Tudo bem???
Meu nome é Claudia, sou de Fortaleza...Ganhei um pacote para ir pro Estados Unidos da minha tinha, to com muito medo...Ela é concursada aposentada pelo estado e vai fazer uma declaração informando que esta me presentenado...trabalho numa empresa terceirizada do estado (vou levar também a declaração infotmando) vc acha q tenho chance de conseguir o visto???

Aguardo resposta anciosa, bju!!!!

Carine Scaramuzza disse...

Oi Cláudia, tudo bem, e vc?

Acho sim que você tem grandes chances de conseguir o visto. Como eu falei, é importante ter vínculo com o Brasil. Bens, carteira de trabalho assinada, declaração de IR... E ainda você tem a declaração da sua tia, que é um "plus" para você. Não que seja necessária, mas de repente, na sua entrevista, pode ajudar. Fica tranquila que o consulado está bem "light". Principalmente porque o 11/09 já passou e tudo está traquilo por aquelas bandas. Qualquer coisa me manda um email, ok?

Beijos!!!

Anônimo disse...

Ana Lu (RJ)
Primeiramente poderiam termandado o guardinha virar de costas para colocarem o sedex, brincadeirinha, mas tem gente que merece ouvir uma grosseria!!
Qual foi o valor que vcs pagaram para tirar o B1?

Carine Scaramuzza disse...

Oi Ana Lu

Não lembro o valor correto, mas acho que era algo em torno de uns US$ 60,00... Mas não tenho certeza... Fora a taxa para tirar o visto de turismo.

Beijos!!!

Flamoschini disse...

/boa noite,

Gostaria da sua opiniao sobre o fato de nao possuir o imposto de renda. mas por outro lado tenho bens e salario superior a 6.000,00.

Oque vc acha,
Valei.
Flavio

Carine Scaramuzza disse...

Flavio, boa noite.

Seu salário deve ser comprovado de alguma forma. Mas veja, para ter validade, tem que ser comprovado juridicamente. Isso seria com seus hollerites, carteira de trabalho, ou imposto de renda. Eles podem questionar sua fonte pagadora, seus dados profissionais, e tudo que envolver seus ganhos no país. Se você não tiver como comprovar legalmente, talvez não tenha validade. O ideal seria ter hollerites e carteira assinada com o salário condizente à sua declaração no formulário.

Mas pense assim: se não existir uma forma de comprovar sua renda, o que você vai fazer? Não vai tentar o visto nunca? É o que eu sempre digo, custa caro, mas se nem tentar, nunca irá saber. De repente você tem sorte e consegue mesmo assim. Não posso dizer com certeza, mas não penso que minha declaração de IR foi analisada. O que foi analisado foi minha carteira de trabalho e só.

Boa sorte pra você. Até +.

Carol disse...

Oii Cá...
Noossa fiquei mais tranquila... minha entrevista eh amanha...
Espero que dê tudo certo...
Valeu por todas as informações...
Tud0 de bom pra vc!
Beijoss
Carol

Anônimo disse...

Muitooo legaal ,gosteei da diica ,eu to querendo ir pro eua , a cinco anos ,pois eu troqueei a minha festa de 15 anos por uma viagem para eua ,e tou com um pouco de ranceio de que eu nao consiga o visto :(
maiis a gnt pode falar que vai ficar na casa de um parente ,ou ,e melhor não falar ?

Anônimo disse...

eu já estudei nos eua em 2000 e fui a nova york em 2005 de ferias, mas meu visto venceu em 2008 ...mas hj em dia tenho problemas com o serasa,spc..será q tem algum problema? eduardo v.silva
amazonas

Anônimo disse...

Meu, muito obrigado pelos comentarios de sua experiência, irei para Europa dia 28/02 e ainda não recebi de volta meu passaporte do consulado. Fiz a entrevista dia 11/02 e ainda não chegou, esta previsto para amanhã, ams estava apreesivo ate agora, quando li que o seu chegou em menos de uma semana. Acho que vai dar tudoi certo!!!! Thank´s!!! Jau.caetano@hotmail.com

Anônimo disse...

Olá tudo bem?
Eu ainda não agendei meu visto, mas a viagem já está certa.
Tenho algumas dúvidas quanto aos formulários, precisa ser em inglês ou português? o DS-156 vc disse que fez a mão mas se eu fizer on-line é letra maiúscula ou minúscula? Tô com medo de errar hehehe
beijos
Obrigada

Carine Scaramuzza disse...

Olá, tudo bem, e vc?

Meus formulários eu fiz em português mesmo. Todos no consulado falam português, nem que seja um português bem arrastado... rsrs
Se fizer online eu penso que não tem diferença entra maiúscula e minúscula, mas por via das dúvidas, eu usaria a regra normal: maísculas só para início de frase e nomes. Obrigada pela visita!
Até + !!!

Anônimo disse...

Olá Cá, nuus seu blog é demais vc me ajudou muito, quando for lá vou lembrar de vc... ehheeh
beijos
ah vc tem orkut?
Dri

Ísis Carolina disse...

Vou tirar o visto na próxima semana, espero que dê tudo certo!! Irei munida de tudo quanto é documentação, rs... Valeu pela dica!!

Erica disse...

Vcs foram entrevistados juntos sem serem casados? Me disseram que isso seria impossivel! Minha entrevista está marcada para 21 de maio de 2010 e vou junto com meu noivo. Será q também vamos conseguir fazer a entrevista juntos? Me conte os detalhes por favor!

Carine Scaramuzza disse...

Oi Dri

Obrigada! Tenho orkut sim, é só procurar pelo meu nome inteiro: Carine Scaramuzza.

Oi Ísis

Espero que você tenho conseguido. Fiquei na torcida!

Oi Érica

Fomos entrevistados juntos sim. E ninguém no consulado foi contra. Muito pelo contrário, foi o próprio funcionário que perguntou se estávamos juntos e nos deu uma senha só para seguirmos juntos em todas as etapas. Se você tiver dúvida, é só perguntar para o funcionário se vocês devem seguir juntos our separados. Ele vai te dizer a melhor opção. Boa sorte! Não esquece de voltar para me dizer se conseguiu, tá?

Obrigada pelas visitas meninas! Beijos!!!

Anônimo disse...

Oii, muito bom o seu blog!!! Mas, pelo visto, todo mundo fica meio ansioso.
Eu sou formada em Jornalismo e estudo para concurso. Então, tenho comprovantes do meu cursinho e o um apartamento alugado, pois não moro na mesma cidade dos meus pais. Mas, não trabalho e quem irá bancar minha viagem será meu pai!!! será que terei algum problema??
Obrigadaaa
Maíra

Anônimo disse...

olá,

vou só em março do ano que vem, mas já vou providenciar meu visto.
ouvi falar que agora estão demorando um pouco para entregar os passaportes por causa de uma tentativa de atentado lá...
vou marcar minha entrevista mesmo assim.
será que tem problema ir junto com meu marido.

Anônimo disse...

FOMOS ,ontem na embaixada para a entrevista do visto , americano ,pois nos negaram ,com a desculpa de falta de vinculos com nosso paiz. mais como isso se temos a nossa casa + outra de aluguel carro e moto e emprego. FIQUEI simplesmente frustrada, chateada.O q fazer para provar + vinculos com o brazil? bjs. o brigada

Clayton Pires disse...

Muito obrigado pela dica! ;)

Anônimo disse...

olá carina eu e minha amiga planejamos ir para os estados unidos ano que vem nas ferias vamos ter 15 anos estou um pouco com medo pude obter informaçoes atravez do meu irmão que já foi varias vezes como funciona para menores de 16 anos? gostaria de obter essa informação se voce puder
desde já agradeço

Anônimo disse...

Oi Carine!Q bom ler as suas dicas!
Estou pensando em passar minhas férias de julho nos EUA. Já marquei a minha entrevista pro dia 9 de junho...e até agora naum tive nenhum problema....mas te contar q to bem ansiosa com relação a entrevista. Algumas coisas mudaram de abril pra cá...Tenho 23 anos e sou universitária, faço estágio a quase um ano. Informei nos formularios q estou indo passar férias em NY (e ja reservei o Hotel)e q meu pai está bancando, mas na verdade estou indo visitar meu namorado la...Vc acha q consigo?
Bjus...Valeu
Fernanda

Anônimo disse...

Oi, estou com dificuldade de preencher o formulári, quando chega na parte, de para onde vamos, endereço, tel, cp, pois estamos indo a disney, não sei como colocar o endereço cp tel.Ja procurei endereço da disney mais não consigo encontrar tel ou cp, sei que é em Orlando, Florida, mais o restante ta dificil.Obrigado

Carine Scaramuzza disse...

Olá

Minha sugestão é que você coloque como destino o endereço do hotel em que você se hospedará. Será mais fácil para preencher o formulário. Mas se preferir, o endereço do parque Magic Kingdom em Orlando é Buena Vista Drive, Lake Buena Vista, FL, United States‎.

Obrigada pela visita. Até +!!

Thiago disse...

Eu sou universitário e quem vai pagar minha viagem é o meu irmão, vou levar os documentos e os meus, será q consigo?

Geografia disse...

Olá Carine e todos!
Pretendo ir aos EUA para morar com minha mãe, que é cidadã com tudo legalizado. Gostaria de saber se devo pedir um visto de imigrante ou qual tipo devo solicitar, ou pelo menos um que me permita trabalhar em algum período de tempo. Sou formada em geografia e funcionária pública, contudo não faço a declaração de imposto de renda por ser isenta, como faço então?
Obrigada.
Brehna

Carine Scaramuzza disse...

Oi Brehna, tudo bem?

O visto que você terá que pedir deve ser um de imigrante, senão você terá que deixar os EUA em 3 meses, que é o prazo máx p/ permanecer no país com um visto apenas de lazer/turismo. Se ñ me engano, o visto de imigrante no seu caso será o H1.

Vou dizer algumas informações que eu sei sobre imigração: todas as entrevistas de imigração aos EUAsão realizadas no Rio de Janeiro. O tempo para concluir o processo todo e ter o Green Card em mãos pode chegar a um ano. Uma vez c/ o visto imigrante aceito vc tem 180 dias p/ dar entrada nos EUA, senão terá que pedir uma nova concessão (pelo preço salgado novamente de acho que US$ 350,00). O visto de imigrante ñ será anexado ao seu passaporte, será uma autorização que vc deverá levar junto com tds os docs do processo de concessão no dia em que entrar nos EUA. Vc será direcionada ao Setor de Imigração e TODOS os docs serão conferidos. Mesmo ñ tendo o visto em seu passaporte, é necessário que vc tenha um com prazo mínimo de validade de 6 meses.

Se quiser mais informações entre no site da Embaixada dos EUA no Brasil: http://www.embaixada-americana.org.br/index.php?action=materia&id=2414&submenu=rio.php&itemmenu=86

Espero ter te ajudado!

Beijos!!!

Renata disse...

Carine,eu e meu esposo temos a intenção de levarmos nossos filhos na Disney, mas nao temos nada marcado. Moramos em Ipatinga - MG, trabalhamos e queremos tirar toda a familia.
Eu tenho 01 filho com ele e estou gravida do segundo e meus enteados moram comigo, dois adolescentes de 14 e 16. Meu esposo tem empresa e trabalho com ele. estamos ansiosos..

Anônimo disse...

oi tudo bem?
pretendo casar agora no final de agosto,e ir em lua de mel!
eu trabalho no mesmo enprego a 3 anos mais não tenho imoveis e carros no meu nome estão no nome do meu avô!
mais quem ira bancar a viagem será meu sogro ele trabalha em dois enpregos e e vereador na minha cidade!
por favor mim de algumas dicas de quais documentos devo levar!

Carine Scaramuzza disse...

Bom dia!!

Acredito que os documentos que você deve levar são: carteira de trabalho (se for assinada, é claro!), comprovantes de IR, correspondência no seu nome, hollerittes comprovantes das suas últimas férias tiradas e seus documentos do casamento, comprovando que a viagem é para lua de mel. Para "agregar" você poderia levar documentos que comprovem que você irá morar no Brasil depois de casada (contrato de aluguel, escritura de um imóvel, etc...)

Beijos!!!

Anônimo disse...

Oiiii bom dia.

antes de mais nada Cá, amei o blog.. vou marcar meu visto assim q pegar meu passaporte dia 2/08/2010.
Vou com viajem custeada e tenho algumas dúvidas...

1 - estou em situação de abandono com minha faculdade a distancia [ castelo branco ] parei de ir e parei de pagar tbm tem qse 1 ano.

2- meu pai sendo funcionario publico federal [ IBGE] a mais de 30 anos, ele quem vai custear a viajem, mais qto ele precisa comprovar de renda pra isso ??
E outra, o fato dele ser federal facilita em alguma coisa eu conseguir o visto ?
se não for o suficiente será q vale se minha tia [ irmã da minha mãe ] custear, pq ela é rica.. rsssss

obs: tenho carteira assinada a 1 ano, mais com um salario baixo, não tenho muita movimentação bancária pq recebo meu salario em mãos, mais tenho conta no banco do brasil e cartão de crédito.


então cá.. eu não pretendo voltar pra cá, pois meu namorado mora lá a 16 anos e é cidadão americano legalizado já :)
vou marcar o visto no rio de janeiro q é mais perto pra mim!

me dá uma luz aí.. rsss

bjo grandeeeeeeeeeee

Letícia !!! Minas gerais

Carine Scaramuzza disse...

Oi Letícia, tudo bem?

Eu penso que você ficará em uma situação delicada lá. Ficar como imigrante ilegal não te dá direito a Drive License e Plano de Saúde do Governo. De repente, talvez, não seria melhor você se casar e ir como conjuge de cidadão americano? É uma idéia...

Qto ao visto, é o que eu sempre falo para todos que me perguntam. Cada um tem a sua história e seus motivos p/ ir aos EUA. Tudo o que vc me contou, conte ao entrevistador. Leve TODA a documentação possível que você tenha. Não que será pedido (pq na maioria dos casos eles nem pedem, mas vai que vc seja a sorteada da vez...) Leve sua carteira de trabalho (assinada! não saia do emprego antes da entrevista pois se vc ñ estiver trabalhando nem estudando corre um risco gde de ñ conseguir o visto).

Marque datas de ida e volta p/ dizer lá, o lugar que vc ficará, enfim, tuuuudo. Ah, e ñ acho que o fato de seu pai ser um federal vai ajudar ñ... Infelizmente...

Me manda um email se tiver mais dúvidas!

Beijos!!!

Anônimo disse...

Carine
Ola, amei o blog...é legal saber q tem pessoas disposta a ajudar os outros sem conhece-los.

Gostaria q me respondesse algumas duvidas:
Estou com minha entrevista marcada para 20/09/010, estou indo para ksa de um amigo, e é ele q vai me presentear c a viagem, estou no 8° periodo da facul termino em novembro, e pretendo viajar em dezembro, é uma forma de me presentear pelo termino da facul e presente de aniversario 12/12, mas andei lendo algumas coisas q não é bom informar q estamos indo pra uma residencia fixa la...o q vc acha disso???devo colok o end dele ou coloco d um hotel, porem estarei mentindo.

Minha formatura sera dia 10/02/11, e sou da comissao de formatura isso pode pesar como vinculo, tenho carro e casa mas nao estao em meu nome, trabalho como tecnica de enfermagem há 7 anos em um hospital e tenho uma filha, mas não sei se isso ainda é visto por eles como fortes vinculos...há meu salario de tecnica é de +- 1000,00, to morrendo de medo rsrsrsrs

Me de um help!!!!!!!

Bjin / Mari

Carine Scaramuzza disse...

Oi Mari!!!

Nossa, eu acho que vc deve ficar super tranquila. Não sei se entendi direito, mas se foi o que eu entendi, que você tem uma filha e trabalha com carteira assinada. Mais vínculo do que isso impossível. Qto ao seu salário, está super dentro tb! Conheço mta gente que recebe menos e conseguiu o visto. O importante é ser trabalhador formal com carteira assinada!

Acho tb que vc pode dizer que vai ficar num hotel ou na casa de seu amigo mesmo. Tenha só tds os dados do endereço de onde decidir dizer que vai ficar... Tenha sua viagem inteira na cabeça e responda as perguntas sem exitar para não gerar dúvidas. E isso vale na entrada dos EUA tb. Logo na imigração (que é onde vc terá o passaporte carimbado), o funcionário fará uma série de perguntas qto ao tempo que vai ficar, o dia que volta, lugar, endereço, tudo!

E eu SEMPRE digo isso: vai confiante e de cara limpa. Se vc é honesto e só quer passear pelos EUA ñ tem pq ñ conseguir. Ñ é pq existe um bando de loucos no mundo que nós devamos ser confundidos com eles!

Espero ter te ajudado, qualquer coisa é só me mandar um email!

Beijos!!!

Danilo disse...

Oi Carine, tudo bem andei pesquisando e encontrei seu blog. tambem estou marcando a entrevista para setembro acho q dia 24. estou com algumas duvidas. vou para Miami em março, trabalho a 1 ano e meio com carteira assinada e a empresa vai me dar uma carta provando que estarei de ferias neste periodo, meu salario é baixo apenas 700,00 nao tenho bens aqui. porem tenho a quantia que me sustente em um hotel, passagem e gastos por la, fiz um poupança para isso, soube q ele exigem $100 diarios para gastos la vou levar os comprovantes da poupança e contrato da casa aonde moro esta no meu nome e do meu irmão, direi q vou ficar em um hotel mas nao farei reserva agora. será que tenho chance?

Danilo

Anônimo disse...

bom dia,

bem primeiramente agradeço todas a dicas, ela são de grande serventia. Então estou com minha entrevista agendada para agora dia 20/08, estou super anciosa. Assim minha mãe que vai estar custeando minhas despesas, estou com toda doc em dia, minha duvida é a seguinte: tenho um casal de amigos que moram lá, estão LEGAIS, estou a duvida de colocar que vou ficar na casa deles ou se coloco como se fosse ficar em HOTEL, mas na realidade irei ficar na casa, será que tem algum problema? a minha duvida é pq tem uma parte no formulario que pede o endereço de onde ira ficar e logo mais a frente tem outra opção que ender, tel, cep e o nome de alguem, dai essa minha duvida, se na frente eu colocar hotel e depois colocar o nome de um conhecido lá... op que vc acha? não sei mais acho melhor colocar que irei ficar na casa deles né?
e outra com relação a foto, tirei uma foto com blusa de gola alta, que tampa o pescoço pois onde eu moro esta muito frio será que vai ter algum problema.

bem são essas as minhas duvidas e ficarei aguardando retorno.

obrigada
Att
Isabela

Anônimo disse...

Oi Carine..

Nuss..amei vc sem te conhecer..adorei sua iniciativa de fazer esse blog..eu to querendo ir em Janeiro pros States fazer um curso de inglês pra melhorar a vida aqui no Brasil..sabe como é né..spenso em depois talvez morar no Canadá, mas aí já é outra história..eu estava morrendo de medo de tirar esse visto mas lendo as coisas que escreveu fiquei bem mais tranquilo..muito obrigado mesmo..só me responde uma coisa..o pessoal faz alguma pergunta em inglês?? são complicadas?? pq eu to indo pra estudar desde o básico..então imagina meu inglês né..valeu..abçs..

Davi.

Anônimo disse...

Carine, td bom?
Meu nome é Victória e, em primeiro lugar, gostaria de parabenizá-la por esta iniciativa de esclarecer tantas dúvidas aqui em seu blog, você é realmente muito atenciosa e aparenta ser uma pessoa super querida, acho que é por que você consegue as coisas que deseja, vc é querida! :)
Enfim, o que eu quero saber de você é sua opinião a respeito do meu caso, já que você deve estar por dentro do assunto, de tantas histórias que tem lido, respondido ou até mesmo presenciado.
Estou pretendendo ir a Nova Iorque, com minha mãe, temos um casal de amigos lá, legais, com filhos, estabelecidos lá e querendo visitá-los, passar o fim desse ano e o mês de janeiro passeando por lá. Sou advogada, mas comecei a trabalhar a pouco tempo, como autônoma, e não tenho IR porque antes eu era isenta pois apenas estudava, ou seja, sou dura :) rsrsrsrs. Minha mãe é funcionária pública federal aposentada, com salário de R$2.500, e pretende ir comigo. Meu pai provavelmente vai me ajudar também a ir, e ele é funcionário público estadual tbm, com vencimento de R$5.000. Já fui aos EUA antes, quando pequena, para a flórida (Disney rsrsrs), mas meu visto venceu. Tenho carro mas no nome de minha mãe, faço pós-graduação e faço parte de uma comissão no meu conselho de classe, esses são meus vínculos, mas emprego fixo, nenhum.
Como não tenho renda fixa e nem declaração comprovada, fico preocupada de me negarem. Quem vai custear é meu pai, pois minha mãe só vai se eu for e o sonho dela é conhecer NY :). Já ouvi dizer que há uma carta de custeio que meu pai deve me dar para eu apresentar, mas não sei...
Fico preocupada sabe, agora que vou providenciar tudo. Mas fico com medo de me negarem e fazer o sonho da minha mãe ir por água a baixo, porque ela só vai se eu for junto.
Então, querida, o que vc acha da minha situação? Eu acho meio difícil, mas quem sabe..
Bom, desde já agradeço muito a sua atenção e espero que você viaje e curta muito com seu amor!
Beijo grande! :)

Carine Scaramuzza disse...

Oi Danilo, tudo bem?

Acho sim que você tem uma enorme chance de conseguir. Não é necessário nem ter viagem marcada para querer tirar o visto. Qualquer um pode tirar. E todos os documentos que vc está levando, para mim já bastam, eles já comprovam que você tem vínculos aqui e tem $ para a viagem (apesar deste segundo, ao meu ver, ñ ser o mais importante... Qualquer um pode ganhar uma viagem, tê-la custeada por parentes, amigos, etc... Vai tranquilo porque acredito que vai dar tudo certo sim! Boa sorte!

Até + !!!

Carine

Carine Scaramuzza disse...

Olá Isabela, tudo bem?

Vamos lá. Não conheço ninguém que tenha dito que ficaria na casa de um amigo, então, se eu estivesse no seu lugar, escolheria um hotel, colocaria o endereço do hotel e diria que ficaria lá, ao invés de casa de amigos. Não que eu acho que exista um "problema" em ficar na casa de amigos, mas vai que o consul pense que vc está pretendendo ficar por lá, entende? Por via das dúvidas, eu colocaria um hotel mesmo.
Quanto à foto, fique tranquila, na minha foto eu tb estou de blusa c/ gola alta e isso não me causou nenhum problema. Na minha própria foto do passaporte eu estou com gola alta!

Boa sorte p/ vc! Até ++!!

Carine Scaramuzza disse...

Oi Davi, tudo bem?

Fique tranquilo porque ninguém faz perguntas em inglês não. É tudo em português mesmo!

Obrigada pela visita! Até ++!

Carine

Carine Scaramuzza disse...

Oi Victoria, tudo bem?

Pensa comigo, independente da situação de qualquer pessoa, tudo mundo tem que tentar, certo? Outra coisa, quem já tem visto, tem uma certa "facilidade" em renová-lo, entende?

Leve todos os documentos do seu pai, leve seus documentos do pós graduação, enfim, leve todos os documentos que vc escreveu no seu comentário. E vai confiante, porque apesar de você não ter emprego, você estuda, e ao meu ver, isso já é um ótimo vínculo. Fique tranquila que vai dar tudo certo!

Boa sorte pra vc! Super obrigada pela visita!

Beijos!!!

Anônimo disse...

Olá Carine
Adorei suas dicas. Eis a minha história:
Pretendo tirar o visto de turista para os EUA, pois tenho uma filha que vai agora , dia 14 de agosto 2010 para os EUA acompanhar o marido, que vai fazer um curso de 2 anos na Florida. Sou aposentada, tenho outros dois filhos no Brasil, mas todos maiores de idade. Tenho casa própria. Será que só isso demonstraria que tenho laços fortes com o Brasil
Obrigada desde já
Abraços

Anônimo disse...

Olá Carine

Parabéns pelo seu blog!
Estou indo para os EUA para um festival na California, mas antes quero passar em Indiana para visitar meus ex hostparents (intercâmbio que fiz em 96). Vou passar um dia com eles e depois já ir direto para Cafifornia. Será que tem algum problema durante a entrevista do visto eu mencionar isto???

Anônimo disse...

Oi agradeço suas informações, a minha questão vc respondeu, mas surgiu outra,sei que durante o voo preenchemos um outro formulário, vc saberia me dizer se eles daqui do consulado mandam algum tipo de informação para a imigração?

Att
Isabela

Anônimo disse...

Que legal esse Blog, quantas dicas! Meu nome é Joelma, sou de Recife e pretendo viajar só em Agosto do ano que vem, junto com minha tia, o marido dela e duas primas. Na realidade, prmeiro eu tive de convencer minha tia a levar minha prima de 9 anos pra Disney, porque essa é a viagem dos MEUS sonhos desde que eu tinha 11 anos, mas sempre achei impossível conseguir o visto sozinha (sou pobre!) Indo com eles, numa "viagem de família" e com a carta de custeio dela, deve ser bem mais fácil,né? Isso porque eles já foram várias vezes à Europa e têm bastande dinheiro, fora que o marido da minha tia é também funcionário público federal há "trocentos" anos! Tenho 26 anos, sou formada em Letras e funcionária pública estadual (meu salário é baixo...),não declaro I.R., não tenho nada no meu nome, nem cartão de crédito internacional, nem muito dinheiro no banco, nem filhos,nem nada! Acha que eu tenho alguma chance por mais remota que seja?????????? Será que nós cinco vamos ser entrevistados juntos? Afinal somos da mesma família e vamos viajar juntos...

Rafael disse...

Amei sua dica, pretendo ir para EUA ...
A e ri de mais quando vc disse que irá comprar muitas maquiagens HAHAHAHA bjo
amei

ellen disse...

oi td bom como faço para tentar o visto para eua ja que ñ tenho nem um bem aki e ñ estudo e ainda ganho pouco. vc axa que devo movimentar a minha conta para ter mais facilidade?
futuristica_ellenfp@hotmail.com
me responda se puder
OU VC AXA QUE Ñ TENHO CHANCES........
OBRIGADA

Anônimo disse...

ola carine, minha filha participou de um concurso e foi selecionada para desfiar em nova jersey, qual procedimento que usarei, digo que vou a turismo, ou digo que ela vai para desfilar, eu e meu marido trabalhamos, o meu salario e de 2.992 e do meu marido 2.500 tenho carteira assinada e tenho mais um filho, será que conseguirei o visto?

Giaconda disse...

Estive no consulado do Rio dia 27/08/2010 para renovar meu visto B1/B2 e tirar um da minha filha.

O processo é aquele que descreveram acima, seguem algumas observações:

1)Chegue 1/2 hora antes, as 10:00 eles chamam quem agendou as 10:30, depois de conferir seu nome de uma lista, mesmo que você esteja na fila em ultimo lugar.

2)As filas menores são mais tarde depois da 10:00), parece que mais cedo eles agendam mais pessoas, pois as filas são enormes.

3)Demorei 1 hora exatamente no processo todo, entre entrar e sair do consulado, lá dentro a coisa é organizada e flui bem.

4)Não vi ninguém mostrando documento algum, o cara que entrevistava falou com uma menina que mostrou o diploma: “Não precisa mostrar nada, basta me responder.” Mas isto não é regra, claro, é melhor levar o que você tiver.

5)Não vi ninguém tendo visto negado na hora que fui, me fizeram somente 3 perguntas, a tal entrevista não durou mais que 2 minutos entre chegar na janelinha e sair. Ele me perguntou: O que vai fazer nos EUA. Você tem mais filhos aqui ? Onde você trabalha. Tudo em portugues mesmo.

Acho que existe muito folclore em torno do visto para os EUA, por conta de quem tenta ir e não tem condições e tem o visto negado, atualmente, com o americano querendo os nossos dólares obter o visto é moleza, podem acreditar, o pior pra mim é quando chega lá, que tem aquele cara da imigração normalmente de cara feia e com aquele inglês muitas vezes com sotaque hispano meio enrolado. Ai é bom ter tudo na mão, tipo endereço de hotel com reserva dinheiro e cartão de crédito.

Douglas disse...

uma dica que do a voceis é usar o serviço da fastvisto, eles marcam a entrevista , prenchem o furmulario, nao precisei me preocupar com nada, e paguei pouco pelo serviço acho que 120,00 quem se enteressar www.fastvisto.com.br

Thainá disse...

Olá, é sempre bom ouvir experiencias diversas sobre o visto. Eu estive no consulado de São paulo no dia 08/09/10, e posso te falar que foi tudo muito parecido com o que você citou.

Fiz visto familiar com meus pais, e fomos tratados muito bem também. Nossa espera para agendar foi um pouco maior, esperamos cerca de 1 mes e meio, mas acho que foi um pouco por desespero da minha mãe de marcar, pegou a 1a data q viu, sendo que se vc for paciente e fizar atualizando sempre a pagina, acaba tendo sempre alguem que desmarca e libera data mais proxima.

Nos estavamos renovando tb, mas a espera para as digitais no nosso caso foi de cerca de 2 horas e meia, demorou bastante...O que notei que mudou de quando você escreveu para hoje, é que, além do visto agora valer 10 anos, vc não paga mais taxa extra pelo B1, na verdade, eles te dão sem nem vc pedir, meu pai queria, mas eu e minha mae solicitamos apenas o B2, mas eles já colocaram B1 e vieram os 2 no passaporte, e a fila para a entrevista não é mais por senha, após sair das digitais vc entra numa fila que o atendimento é por ordem da fila mesmo...

Quando passamos pelo guiche da entrevista, o moço apenas perguntou se já tinhamos viajado, para onde, se eu trabalhava e só, não pediu documento algum e falou "o visto de vocês foi concedido"... Não vou dizer que não vi ninguem ser negado, enquanto esperavamos vi 1 casal, 1 garoto sozinho e mais uma mulher de uns 30 anos serem negados... Os motivos eu não sei...

Mas minha tia esteve lá essa sexta tb, dia 08/10, a entrevista dela eu consegui marcar com espera de 2 semanas apenas, mas foi sorte, a espera estava para 3 a 4 meses, mas fiquei atualizando a pagina todos os dias até conseguir a data... Com ela foi ainda mais fácil, o horário dela era a tarde, a espera para ela tirar as digitais não foi nem de 20 minutos, e falaram ainda que ela estava dispensada da entrevista, que não iria precisar, para já pagar o sedex e voltar para casa (no site parece que diz que quando é renovação, voce pode ou Não fazer a entrevista, que na hora eles decidem), ela ficou menos de 1 hora e meia lá, enquanto nós ficamos cerca de 5 horas.

Semana que vem é o visto do meu namorado, no caso dele já é 1o visto, o unico vinculo dele é a faculdade e nunca viajou para fora, então estou mais apreensiva...Mas, espero que de tudo certo, pelo menos conosco a experiencia foi muito tranquila também.

Gustavo Wolff disse...

Olá!

Retirei meu visto essa semana e foi tão simples quanto o seu. Aliás, a entrevista foi mais simples ainda, menos de 90 segundos!

Tá na hora de acabarmos mesmo com esses mitos de quê dentro do consulado rolam todas essas coisas macabras e falta de respeito.

Boa(s) Viagem(ns) pra vocês!

Maicon Andrade disse...

Quero deixar aqui a minha contribuição, pois estava muito receoso antes de fazer a entrevista e recorri ao seu ÓTIMO BLOG, para me acalmar. Acabei de chegar de SP (Moro em MG), e como foi dito pela Carine, o pessoal me tratou muito bem (americanos) já os brasileiros nem tanto... um tanto quanto rudes. Mas voltando ao que interessa após tirar as digitais e esperar na fila por 1:30 hs, fui pra famigerada e temida entrevista. Me atendeu um consul, e Fez as seguintes pergutas: Já foi aos EUA? Tem filhos? É casado? Trabalha com o que? Vai ficar quanto tempo? Qual o destino? OK seu visto foi concedido! E sem mais delongas fui para a fila pagar o sedex do meu VISTO! Yeah!!!! USA, here we go!

luciana disse...

oi, carine! parabéns pelo blog...

gostaria de saber se, no caso da minha mãe custear minha viagem, devo levar o extrato do banco dela e o holerite? ela é viúva, recebe pensão (gooorda! ehe) e tb, alguma carta dela, afirmando que pagará minha viagem?

levo esses docs dela e os meus tb, mesmo meu holerite sendo beeeeem mais "pobrinho"? sou func. pública, mas ganho uma merreca...

obrigada e um abraço!

thayse rocha disse...

Olá Carine! Eu e meu noivo estamos planejando viajar pros eua no ano que vem, entretanto eu sou fisioterapeuta e, infelizmente, a maior parte desses profissionais no Brasil não trabalham com carteira assinada! Estou perdida pois não tenho documentos que comprovem meu vínculo com o Brasil, o que eu faço?? Será que uma declaração assinada pela minha chefe servirá??
Além disso pretendemos ir tirar o visto sem comprar a viagem antes, como faço na hora de preencher o formulário quando pede onde você vai ficar??

Obrigadaa queridaa e parabéns pelo seu blog!!

Taty disse...

Olá Carine, parabéns pelo Blog...
eu e mais um grupo de amigos queremos fazer uma viagem para Dallas na casa de uma amiga q esta legalmente por lá, eu em especial tenho um problema, quero levar meu filho de 8 anos comigo e ficar por lá uns dois anos no máximo, quero ir pra estudar ingles e trabalhar tb por lá, qual sua sugestão...um abraço.

Fabiana disse...

Olá bom dia....
Carine, eu e meu namorado pretendemos ir para NY em setembro deste ano, minha dúvida são essas:
Eu trabalho com carfteira registrada desde 2006 neste emprego atual e meu salário em carteira é de 1.470,00 e do meu namorado, está comregistro desde 08/2010 com salário de 1.700,00.... eu moro em casa alugada, tenho um carro em meu nome, cartão crédito... e ele mora em casa própria com o pais... tenho 27 anos e ele 29,,,, será que vamos enfrentar dificuldades em tirar o visto? a nossa viagem não será por agência, pois vamos em 4 pessoas, então optamos por fazer por nossa conta...isso implica em alguma coisa?
Espero que possa nos ajudar...
um abraço
Parabéns pelo blog.
Fabiana Oliveira

Anônimo disse...

adorei o blog parabens ,vou tentar pela segunda vex tirar o visto,espero que de tudo certo ,temos te conto bjsss

Lucélia disse...

Adorei as tuas dicas e as dicas de quem comentou! Minha situação é como a sua: Vou sem Passagem e sem hotel pré-agendados...Mas é isso ae!! Boa sorte a todos, minha entrevista é dia 10 de Fevereiro! bjsssss

Anônimo disse...

ESSE BLOG É UMA MARAVILHA MESMO! PARABENS!
MINHA DUVIDA É SOBRE OS VINCULOS COM O BRASIL.
TENHO 5 CARTÕES DE CREDITOS COM BONS LIMITES ( SENDO 2 DELES INTERNACIONAIS)
CONTA CORRENTE MOVIMENTADA E COM UM BOM SALDO
FAÇO FACULDADE DE TURISMO.
VOU GANHAR A VIAGEM DO MEU PADRASTO,
ELE TEM CARRO ( DO ANO ), MOTO, UM PEQUENO PREDIO COM 5 APÊS ALUGADOS, E UM BOM IR.
A PERGUNTA É: ESSES VINCULOS SÃO SUFICIENTES?
VC ACHA Q TENHO CHANCE?
TENHO 26 ANOS, SOLTEIRA E SEM FILHOS.
PENSEI EM LEVAR:
COMPROVANTE DA FACULDADE COM MINHAS PRESENÇAS EM AULAS E TUDO.
EXTRATROS BANCÁRIOS
FATURAS DOS MEUS CARTÕES
MEUS 2 CARTÕES INTERNACIONAIS ( SE EU CONSEGUIR, VOU LEVA-LOS ALEM DE UMA QUANTIA EM DINHEIRO)
E DECLKARAÇÃO DE TODOS OS BENS DO MEU PADRASTO ( QUE É QUEM VAI CUSTEAR MINHA VIAGEM.)
E MAIS: VOU FICAR NA CASA DE AMIGOS LEGALIZADOS.
NO FORMULARIO COLOCO ISSO OU Q VOU FICAR EM HOTEL?

Anônimo disse...

Ótimo Blog!

Incrível capacidade - e paciência - de responder perguntas semelhantes, rs
Lá vai mais algumas, ok?

Pretendo tirar meu visto (em Brasília). Adoro viajar (quem não, né?) e meus tios irão em julho. Pensei na possibilidade de ir com eles e ficar uns 15 dias nos EUA.

Acredito que tenho algumas vantagens para obter o visto:

* Trabalho a mais de 2 ano na mesma empresa;
* Sou aluno de Universidade Federal, estou no meio do curso;
* Faço estágio na mesma Universidade;
* Em julho/2010, de férias do trabalho e da faculdade, fiz um mochilão com meus tios pela Europa (França, Alemanha, Holanda, Itália, Espanha e etc.);
* Moro com meus tios (ambos possuem o visto);
* Pretendo viajar novamente com eles;

Em contrapartida, tenho receio de negarem, pois:

* Tenho 25 anos (solteiro);
* Trabalho como operador de telemarketing (GANHO POUCO,MAS JUNTO DINHEIRO E GANHO $ DO ESTÁGIO TBM);
* Não declaro IR (isento);
* Meus pais ja tentaram o visto e recusaram (em 1996);
* Eles tbm não declaram IR;
* Não iriam me patrocinar;
* Tive recusa do visto canadense (eu ia estudar 1 mês. Ai torrei tudo na europa!);
* Não tenho muuuito dinheiro pra gastar por lá (ainda não).

Sei que vc não é especialista no assunto, mas de qualquer forma gostaria de um olhar de quem ja conseguiu, tudo bem ?

Obrigado!

Anônimo disse...

As pessoas no país ainda não aprenderam que o que conta é ter cara de pessoa honesta, decente e não um futuro ilegal. O pessoal chega com preconceito lá no consulado e reclama de tudo. Brasileiro é sempre vítima. O importante não é morar no bairro mais rico da cidade, ser branco loiro, nada disso. Simplesmente comprovar que se é um bom cidadão, alguém do bem

Roberto disse...

Pessoal, isso não é básico?? Deveria ser!
Quanto você tem em dinheiro? Dois mil reais? Então sua viagem, hospedagem, gastos em alimentação, transporte, etc deveria dar no máximo dois mil reais. O valor é só um exemplo pelo amor de Deus! Mas você deve provar através de salário, holerit, declarado no IR que você possui esse valor. Só isso. De resto, que você possui vínculos com o Brasil, que você retorna. Infelizmente, as vezes é mais dificil para solteiros que não possuam filhos ou que têm filhos cada um com uma pessoa ou que mora com o pai/mãe.
Não me parece segredo e não sei porque as pessoas têm medo. Cheguem com o coração aberto e digam a verdade, se não der certo, deixa o lugar com a cabeça erguida e procura um outro país para visitar
P.s.: é subjetivo mas se você viaja bastante e tem vários carimbos no passaporte TALVEZ conte a favor, já que mostra que você viaja muito e não é ilegal en nenhum lugar, tem bom histórico mas claro isso depende do entrevistador consular (e não CÔNSUL como dizem alguns, já que esse é como o presidente do consulado e não fica entrevistando ninguém)

Eliene disse...

Oi!!! Estou com muito medo de tirar o visto!!!
Li os comentários do seu blog e fiquei um pouco aliviada.
Irei a LA dia 01/07 para estudar por 3 semanas, as passagens estão compradas a escola está sendo paga e a entrevista do visto está marcada para dia 16/06.Sou professora de Inglês e trabalho no Estado de SP e em escola particular, sou casada e meu marido não vai, meu salário nas 2 escolas é de 2800,00 juntando com o do meu marido fica 5000,00, o meu carro e o ap estão no nome dele, mas como somos casados, isso ajuda? Consegui juntar uma graninha de 6000,00 na poupança. Será que terei meu visto aprovado?
Não estou conseguindo dormir de tanta preocupação!!!
Bjks****
PS: seu blog é maravilhoso e acalma os ansiosos como eu!!!

Anônimo disse...

Olá carine,

Gostei muito de seu blog, li todos os comentários, mas sempre resta aquela pulguinha atrás das orelhas. Meu caso é o seguinte:
Tenho 30 anos,sou veterinária, faço pós -graduação, trabalho como autônoma e ainda em mais dois empregos, somente um deles com carteira assinada(1100reais, foi assinada em fevereiro deste ano) no outro tenho contrato de trabalho.Nunca declarei imposto de renda. minha movimentação de conta não é grande pois recebo em espécie e primeiro pago as contas depois deposito o que restou...Fiz um plano de previdência privada há um ano ,tenho carro em meu nome;pago meu plano de saúde a 7 anos e eu e meu namorado estamos comprando um apartamento ( contrato esta em meu nome e dele).Eu e ele viajamos juntos para a Espanha em junho de 2010. E já compramos passagens para ir a New york em novembro. ele já tem visto, eu marquei minha entrevista para final de abril. Hoje ganho em torno de 4000 reais mas não tenho como comprovar todo esse valor, o que coloco onde perguntam sobre minha renda? somente o que consigo comprovar?, e sobre o IR?o que devo levar de documentação dele? minha irmâ e irmão já possuem visto há mais tempo, e já viajaram várias vezes para EUA, será que consideram como ponto positivo?falo que estamos viajando para lua de mel? nos casaremos só depois... O QUE ACHA? QUAIS MINHAS CHANCES?..
obrigada!!

jose de anchiea disse...

ola boa tarde tenho 20 anos e to moendo de vontade de tira o meu visto mas tenho medo de nao conseguir tenho carro em meu nome to juntado uma grana pra ja faz um tempo vo tenta pela uma agencia de viagem pode sem menos complicado ? mas tb tem uma galgara da igreja que vai tenta tb dai nao sei por onde eu vo se falo que vo com uma agencia de viagem ou se vo com um amigos da igreja dope mim responde
anchietaptb@hotmail.com

Anônimo disse...

Minina vc arrasou com esses posts !
Um beijão !

Anônimo disse...

Olá,Carine!
Paz de Cristo!
Muito válidas suas dicas p/tirar visto para os EUA,tô aguardando meu passaporte e o de minha filha,menor,8anos.Receberemos dia 19/07/2011.O que na sua opiniao,devo ir fazendo p/agilizar os nossos vistos americanos?Tenho urgência,ajude-nos,POR FAVOR!

Anônimo disse...

Gente acabei de passar pela entrevista aqui no Rio, e posso dizer que foi súper tranquilo. Na fila do lado de fora eu devo ter ficado no máximo 30 minutinhos, entrei e esperei uns 20 minutos. gente eu juro não demorou 1 hora. Lá dentro fui muito bem atendida, tudo é muito rápido, mas nada supera a entrevista que a minha durou no máximo uns 3 minutos.
As perguntas foram as seguintes:
Vai pra onde nos Eua? Vai sozinha? Respondi que ia sozinha e que ia encontrar meu esposo, que é militar e estará lá na época. Ele é da Marinha a qto tempo? Tem filhos? eu disse que não. E pronto! Ela disse " Seu visto foi aprovado"! agradeci e saí proucurando o bicho de sete cabeças. mais não o encontrei. rsrsrs agora eu dou gargalhada mas na hora realmente o coração acelera muito. Mais é só agir com calma e só responder o que te perguntam e não mentir de maneira alguma, acho que o que colocamos no formulário eles pesquisam pra ver se estamos mentindo, e eles tem como verificar nossa vida, ela olhava o tempo todo pra tela do comp. pra mim a gente já chega na entrevista tendo um ok ou uma reprovação na nossa ficha. Isso ficou bem claro pra mim. gente pra quem vai passar por isso, calma é muito tranquilo. abraço a todos. Boa sorte!!!

Idheíza disse...

Olá Carine, tudo bem ?
Primeiramente, Parabéns pelo Blog.
Tenho 16 anos, sou estudante do Ensino Médio e fui presenteada por uma tia com uma viagem aos Estados Unidos. Fiquei hiper feliz, todavia, com ranceio de nao conseguir o temido Visto. Minha tia é ilegal lá, ou seja, sem chances de citar o nome dela na hora da entrevista. Meus pais sao funcionario publico e minha renda mensal varia de 2.000 á 2.500, tenho casa propria, carro, e documentos que possam comprovar minha estabilidade no Brasil e indícios de que, irei retornar. Meu pai já foi pra lá em 2000 e retornou em 2002, seu visto venceu em 2005, e ele nao renovou. Irei falar que vou á turismo, pois gostaria de conhecer a Disney, em excursão da minha cidade.Porém, irei ficar na casa dessa tia minha, ou seja, é arriscado eu "omitir" ? e, no caso, eu e uma prima minha que vamos tentar, ela é da mesma idade, e mora com nossos avós pois sua mae esta nos estados unidos ilegal tbm, e estou com medo dela nao conseguir... Quais sao nossas chances ? e, com certeza, teremos que falar que ficaremos em um hotel, e dar um nome qualquer, de um hotal na Flória? Estou anciosa , pois um consul irá decidir se esse sonho será realizado ou nao :/ Abraços.. Idheíza

Anônimo disse...

oi Gente!
Acabo de vir do Consulado Americano de SP.
Foi tudo muito tranquilo e até rápido, considerando o contingente...
As perguntas forão: Já saiu do país? Casada? O que faz? e renda mensal... Pronto! Visto aprovado. Ufa!! Confesso que estava um pouco anciosa por este dia... e é bem o que a Carine nos conta acima... creio que deva ter um critério de avaliação que nós desconhecemos porque havia pessoas de todos os jeitos lá... bom é isso, boa sorte aos próximos. Bjs... Camilla.

Fabiana disse...

Bom dia pessoal, fiz a entrevista dia 08/agosto. Confesso que até o momento da entrevista estava super nervos, fiz a entrevista junto com meu namorado, as perguntas foram as seguintes: Para onde vcs vao? quanto tempo pretedem ficar? o motivo da viagem? são casados?respondemos narmorados,a quanto tempo? falem um pouco do trabalho de vocês... ok, podem passar pagar o sedex.. Boa Viagem.

ANA GRAZIELA ALVAREZ disse...

Ola, Parabens pelo blog muito esclarecedor. Tenho ainda umas duvidas: na entrada do consulado de SP nao posso entrar com celular? Vou viajar com meu marido, mas Nao somos casados oficialmente, como vamos declarar o mesmo endereço, será que tem algum problema ou seria melhor comprovar vinculo? Por que por exemplo, Nao temos casa própria, e o carro esta no
Meu nome. Ele trabalha há 2 anos na mesma empresa com carteira assinada e eu sou estudante de doutorado com compromisso de voltar da viajem para defender a tese. O que acham?

Eduardo disse...

Olá galera vou colocar uma dica para facilitar a inserção da foto no formulário DS-160. É simples:
1) Tire uma foto numa máquina digital com uma parede fundo branco, com resolução em alta qualidade e ative o recurso do flash para não sair a bolinha vermelha do olho, dando preferência com iluminação de luz branca que não gere sombras. Pode ser uma luminária fixa ou móvel que fique entre a câmera e a pessoa, na parte debaixo do foco .
2) Acesse a página http://travel.state.gov/visa/visaphotoreq/visaphotoreq_5334.html , indo a até o link “start photo tool” . Deixe carregar, clique no botão choose photo, busque a foto onde foi salva e clique “abrir”. Depois de aberta a foto na tela do programa você enquadra se for necessário(os ajustes dependem de como a foto foi tirada). O rosto, pescoço e ombros devem estar enquadrados dentro das linhas verdes. Após feito isso é só clicar em “crop photo” para verificar se está tudo ok. Se o programa não der nenhuma restrição é só salvar a foto e então inserí-la no formulário DS-160.
Fiz nas fotos de todos meus familiares com pequenos ajustes e nenhuma deu rejeição. Só lembrando que esta mesma foto deve ser impressa em loja de fotografias nos padrões 5x5 ou 5x7, o qual ele já fica gravado, levando no dia da entrevista junto com a confirmação de cadastro de formulário DS-160.

Anônimo disse...

E aew!
Parabéns pelo blog!!
Queria saber das pessoas que fizeram a entrevista mais recente qto tempo tá demorando pra mandar o visto... O meu já faz mais de uma semana e não chegou (e eu viajo semana que vem!!!) hehe Moro em SP e fui no consulado de SP mesmo.

Sobre celular que alguém perguntou, não pode entrar mesmo! Tem detector e fizeram a pessoa q estava na minha frente (com celular) sair de lá. Na frente do consulado, tem umas lojinhas que oferecem serviço de guarda volumes com chave, por cinco reais. Mas não têm nada a ver com o consulado, vai da confiança de cada um...
abcs
LUCAS

Anônimo disse...

Em media o tempo que chega o passaporte após a entrevista é de 5 dias uteis, mas chega super rapido pois o serviço é feito pelo sedex

Nataxa

http://www.visto-americano.net

Anônimo disse...

Ola
Valeu pelo post
Sempre é bom compartilhar com os outros informaçoes sobre o visto americano.

http://www.visto-americano.net

Anônimo disse...

Nossa!
AMEI as suas dicas flor! Me tirou todo o RECEIO que eu estava desse Visto, rs. Vou amanhã cedinho pra SP. É a primeira vez que faço e estava muito nervosa, justamente com tudo que ouvimos falar por aí né. Mas dei uma baita tranquilizada agora^^

Anônimo disse...

Ola tudo bem?
estou morrendo de medo de não conseguir meu visto!
Já estou com as passagens de ida e volta pros EUA, e agora que vou tirar meu visto, gostaria de saber se precisa declaração do imposto de renda.
Não posso perder minha viagem :(

bjos

Dayse disse...

Achei seu blog interessante sobre a retirada de vistos. Gostaria que avaliasse a situação:

Tenho 21 anos, acabei minha faculdade e por obter notas boas ganhei uma viagem para os EUA com tudo pago (estadia numa casa americana, transporte doméstico de ônibus nos EUA, curso de inglês de 1 mês e mais 100 dólares semanais).

Mas...

Para usufruir de tudo isso terei que passar neste consulado, pagar todas as taxas, deslocar-me para SP, resultando em uns 3.000 mil reais.

Não trabalho, não estudo, não tenho nada em meu nome.

A renda dos meus pais está na faixa dos 3.000 mil reais (bruto).

Ficarei noiva dia 12/12/12 (não sei a data da viagem ainda).

Será que eu tenho chances de passar no consulado?

Com esta renda baixa? Ou procuro um parente/amigo que "patrocine" minha viagem (embora seja praticamente tudo pago pela faculdade) com renda superior?

Por favor, peço que compartilhe sua experiência comigo...Estou desorientada e desesperada

Obrigada.

Sempre contigo disse...

Oi Carine Scaramuzza adorei o seu blog bom preciso do seu conselho eu ganhei uma viagem dos meus pais para ir para NY porém, eu sou menor de idade tenho 15 e com a renda dos meus pais concerteza eles negariam o visto pq a nossa casa vale mt mais não tem escritura então nao prova nada mais e que meu tio e padrinho é classe média alta vamos dizer assim ele tem restaurante, trabalha na oab e ganha por volta de 3000 mil pra mais ..... tem uma casa que vale mt mt mt mt msm
e no caso ele seria o cara que bancaria tudo a viagem no caso eu pensei assim ele iria comigo no consulado falando que iria pagar toda a viagem mais e claro q eu iria levar documentos q provam que meus pais moram aqui e q tem vinculo com Brasil e que nao tem patrocinar toda a viagem mais agr que tipo sera que eles podem conceder o visto pra mim ?
no caso de um viajar sozinho terei mais dificuldade ?
mas eu to indo visitar meu tio poreem ele esta ilegal la :/
heelp- me me de seu conselho ou opinião. me ajudaa

Postar um comentário